MATEMÁGICAS

MATEMÁGICAS
Como se tornar um matemágico de sucesso.

NÚMEROS

NÚMEROS
Conheça o maravilhoso universo dos números

DESAFIOS

DESAFIOS
Encontre e descubra aqui o seu nível de desafio

RECREIO

RECREIO
Matemática no recreio tem tudo a ver. Divirta-se!

Seguidores

sábado, 30 de abril de 2011

DEIXAI VIR A MIM OS PEQUENINOS...

Alô, alô, marciano!
Aqui quem fala é da Terra...
Pra variar... estou publicando mais uma das minhas descobertas!
Há muito tempo atrás, alguém com muita sabedoria falou: "deixai vir a mim os pequeninos porque deles é o reino dos céus!"...

                                   Crédito: menorodrigues.blogspot.com

Então, a minha descoberta se relaciona com as coisas do universo que devem ser levadas ao conhecimento das crianças. E a minha dica é: chamem as suas crianças e leve-as para visitar o melhor local, especialmente "pensado" para elas, para conhecer a astronomia. Trata-se do projeto do pequeno astrônomo da minha amiga professora e astrônoma... Marjory Nascimento e que tem o blog http://projetopequenoastronomo.blogspot.com/  mas, atenção!!!!! Uma vez que vocês tenham chegado lá, será bem capaz que precise... que as crianças puxe-o pelo braço, para poderem voltarem para casa. Tal é a vontade que se tem de permanecer naquele blog.

                                                    Crédito: ministériosmpf.blogspot .com

E isso é porque bem sabemos... como são as crianças, pois... fale aí, Mestre Yoda!

As crianças que não se cansam...
De perguntar, aprender e além...
que agitadas, gritam, pulam e dançam...
Controles dos pais, aqui faz muito bem!
Mas, se nesse local no tempo elas avançam...
Entenda-as, pense... como uma delas também!

                                                       Crédito:blogdobolaa.blogspot.com
    ***************************************************************************

sexta-feira, 29 de abril de 2011

MATEMÁGICA FACÍLIMA!!!!!

Peça a uma pessoa que escreva um número de três algarismos e em seguida obtenha um outro pela troca dos algarismos das suas extremidades. Depois que do maior subtraia o menor e lhe diga qual foi o valor do último algarismo obtido na diferença encontrada, quando então você dirá de quanto foi essa diferença no resultado da subtração! Simplesmente, você deverá formar uma centena, onde: na ordem das centenas haverá um algarismo cujo valor somado com o que foi dito.. seja igual a 9. Na ordem das dezenas haverá sempre um 9 e o último algarismo será aquele mesmo que a pessoa indicou.



Por exemplo: digamos que a pessoa escreveu a centena 712. invertendo os algarismos das extremidades desta, ele encontra... 217. Agora, fazendo a subtração entre 712 – 217 = 495, então ele dirá que a diferença encontrada tem o ultimo algarismo ( algarismo das unidades) igual a 5! Aí, você dirá que a diferença que ele encontrou foi igual a 495!
Claro! A diferença terá na casa (ordem) das centenas um algarismo... cuja soma dê 9 quando somado com o algarismo dito pela pessoa. O algarismo central, na casa das dezenas sempre será igual a 9 e na casa das unidades, o algarismo é o mesmo que a pessoa falou!
Créditos para as imagens: cifraclub.com.br; ecantodalena.blogspot.com; pensamentosestranhos.blog.sapo.pt;
teclasap.com.br; comofazerorigami.com.br

    ****************************************************************************

quinta-feira, 21 de abril de 2011

MATEMÁGICA LEGAL & NÚMERO CONTRAVENTOR!!!

Amigos meus, andaram me pedindo que eu fizesse uma postagem que lembrasse o nome do meu blog o: "matemágicas e números". Sendo assim, teria que apresentar uma "matemágica" muito interessante do ponto de vista das pessoas que não a conhecem e facilidade de execução pelos leitores executores da mesma. Já para o  assunto do número, esse me deu trabalho escolher e só agora, encontrei um número que não faz parte da classificação dos números como conhecemos, ou seja: Par, ímpar, concreto, abstrato, simples, composto, primo, transcendente e etc. Esse número que irei apresentar, na realidade um nosso conhecido, mas tive que arranjar essa classificação para ele, pois pela história que me contaram sobre a sua origem, me pareceu a mais adequada ou apropriada.

              

 Portanto, em homenagem aos leitores veteranos e assíduos do meu blog, aos novos leitores que estão acessando a minha página e procurando os meus posts, aos futuros leitores e especialmente para aqueles meus amigos que me pediram essa postagem "diferenciada", em primeiro lugar... aí vem, a:

"MATEMÁGICA LEGAL"!!!!!!!!!!!!!
Olá, meus amigos! Depois de encomendar aos meus neurônios a criação de uma matemágica que atendesse aos pedidos mais relevantes: facilidade de execução e que descobrisse números inteiros grandes, eu bolei essa aqui:

quarta-feira, 13 de abril de 2011

FATORAÇÃO ISOLADA... É PODEROSA!!!

Depois de apresentar aqui os trabalhos sobre: critérios de divisibilidade; métodos de fatoração de números compostos; métodos para se encontrar o máximo divisor comum (MDC) entre dois ou mais números e o mínimo múltiplo comum (MMC) também, entre dois ou mais números,


como que encerrando para o momento esses assuntos, resolvi destacar a importância que o domínio da fatoração isolada tem, para dar conta da solução para se encontrar simultaneamente, os MMC e MDC entre dois ou mais números dados. É isso mesmo! Quem domina perfeitamente a fatoração isolada de um número composto (produto de números primos menores que o número dado), e uma vez que tenha feito isso para vários números, poderá aproveitar esse trabalho de fatoração e facilmente encontrar tanto o MMC, quanto o MCD deles sem maiores dificuldades.



Só lembrando, fator comum é aquele que aparece em todas as fatorações realizadas, por exemplo: o fator primo 3.

terça-feira, 5 de abril de 2011

PÃO E CIRCO!!!!!

Depois das inúmeras guerras para fazer crescer o Império Romano, em 27 a. C. o primeiro imperador romano, Caio Otávio, foi coroado em Roma. Já de início, ele percebeu que a cidade tinha crescido demais, muitas famílias que tinham os seus empregos na zona rural, diante da demanda crescente de povos escravizados pelos romanos e postos a trabalhar ali, provocaram a migração de desempregados para as áreas urbanas das cidades romanas em busca de melhores condições de sobrevivência.





 Para evitar que essa massa humana desempregada provocasse uma revolta, o imperador fez a criação da política do Pão e Circo e isso ficou conhecido como o período da “pax romana”. Pensou ele: “o povo alimentado e tendo diversão... não há razão para revoltar-se”! Então decretou que por todo o território, houvesse apresentações em circos e também a distribuição de alimentos.
Roma, a capital do império tinha o seu mais famoso circo, o Coliseu, uma construção magnífica e assim como em outros lugares... todos os dias travavam-se lutas entre os gladiadores e se fazia a distribuição de alimentos à população carente que dessa forma esqueciam as suas mazelas e pobreza e não reclamavam muito dos problemas da vida.


Não reclamavam muito, mas passaram a reclamar justamente, sobre a forma de distribuição das quantidade